"Meu Deus, me dá cinco anos. Me cura de ser grande!" (Adélia Prado)

29 abril 2006

A quem interessar possa

Moço goiano e trabalhador no início da terceira década de vida.
Olhos castanhos-tamarindo. Cabelos pretos com 17 fios brancos.
1,77 m de altura (com vontade de ter 1,80 m) e 74 kg distribuídos de forma quase homogênea.
Introvertido, caseiro e “cinemeiro’.
Em busca da “gozolândia” perdida.
Solteiro.

3 Comments:

Anonymous Naira Dias said...

Ai, Wolney! Amei! É um pecado vc deletar isso aqui! Isso num livro ia ser óooteeemo!
Adorei a ilustração.

Ah!

terça-feira, 11 julho, 2006

 
Anonymous N said...

Mas Wolney, eu só lamento lhe informar uma coisa: você não está na terceira década. Você está na quarta década!

"Que quarta década o q, Naira?"

Ééééééé pois eu te digo que sim! Lembra das aulinhas de matemática?
Pois então, conte aí:
0-1-2-3-4-5-6-7-8-9 = 1ª década
10-11-12-13-14-15-16-17-18-19 = 2ª década
20-21-22-23-24-25-26-27-28-29 = 3ª década
30-31-32-33-34-35-36-37-38-39 = 4ª década

rererere ´

Até dói descobrir isso! Mas eu já tou na 3ª! Hunf

terça-feira, 11 julho, 2006

 
Anonymous Naira Dias said...

N = Naira

terça-feira, 11 julho, 2006

 

Postar um comentário

<< Home